quarta-feira, 28 de maio de 2008

Abre a caixa

Na sala cheia de caixas ela se encaixa pra ver a TV
Te vê por inteiro, feito o homem que ela sempre quis ter
Rasga um riso, meio sorriso pra tentar se esconder de você
Não mudou muito desde aquele dia
Já era mulher, mas passou da direita pra esquerda
Lotou a cabeça de certezas
Ela está mais quieta,
e como se fosse possível voltou a parecer com si mesma
Aquela de seis anos atrás agora a cumprimenta do lado de lá do espelho
Reencontro, reflexo de tantas reflexões.

Na sala cheia de caixas ela dança mais uma vez
Que é pra você ver o que ela sabe fazer
E querer sempre e denovo que ela deite o corpo em cima do seu
Ela desamarra teu cadarço pra te deixar solto
Livre como sempre foi, como sempre precisaram ser
É a hora de viver o seu "felizes para sempre"

Era uma vez esses dois.

----------------------

Leticia é uma menina louca
Com uma cabeça em festa
E um cabeça em casa
Passa os dias planejando um jeito de catar a felicidade
É disso que ela gosta, de sentir o amor escorrendo entre os dedos.
Leticia fantasia que é fácil
E assim tenta ser leve
Leva a vida por dias
Esqueceu de planejar o futuro
Sua história é agora
Até a hora de deitar.
Leticia adora se levantar
Não faz birra nem manha pra encarar a manhã
Abre a janela assim que beija de bom-dia
E esquece aberta quando cai a chuva fina
Quando é trovão tranca as portas e entrelaça os dedos
Leticia é mesmo estranha
Tem a cabeça na terra, tal qual bixo esquisito
É a vergonha de ser descoerta
E por isso dorme coberta mesmo no verão
Tem a cabeça nas nuvens
E talvez não preste atenção
Leticia disse sim dia desses
Entregou com as próprias mãos
Os pedaços do seu coração.

É Feliz para sempre.

----------------------

Eu descansei.
Cansei de descansar.

3 comentários:

amända. disse...

e um viva pra leticia, a blogueira que esta de volta!!

\o/
bom te ver.

agora, vamos recuperar o gás disso aqui? posts todos os dias, por favor.
hehe
;****

My Minetto disse...

Que lindoooO amiga!

Saudades já!

Te amoooO muito!

Beijosss =*

disse...

que bom que você voltou!