terça-feira, 6 de janeiro de 2009

É só vontade de fujir

Ela queria mesmo é um rio bem claro, igual àqueles que conheceram na viagem ao MS.
Um rio que corre levando a gente por cima, boiando, sem fazer esforço algum.
E aí ela fecharia os olhos para tudo ao redor, ficaria a sós com a água gelada encharcando o cabelo
Lá em cima é sol pra amenizar a temperatura
Em baixo tanto faz
Nada importa
E quem decide o curso é a vida
A ela cabe apenas escorrer
De olhos fechados
E peito aberto.

------------------

Se pudesse ia embora hoje mesmo
Mesmo que hoje seja tarde demais.

9 comentários:

disse...

estou com uma saudade danada de vc!

D. Cavalcanti disse...

suas palavras encantam..tens um jeito tao simples e claro de escrever..que quando a inspiraçao me foge..fujo ate aqui para ler um pouquinho!!
Tenha uma otima semana.

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.meu e-mail asilvareis10@gmail.com

tititi disse...

Hmmm, já senti tanta vontade disso tb! Mas sonhava com a água do mar, ou de me esquecer na praia durante um pôr-do-sol...
Gostei daqui! Volte a aparecer!

Alexandre Gaioto disse...

Gostei dos textos.

Juliana disse...

Engraçado você querendo ir embora e eu querendo ficar! queria eu escolher qual dos caminhso trilhar :(

J. disse...

Engraçado eu querendo ficar e você querendo ir! queria eu escolher qual caminho trilhar :l

amanda. disse...

lê...

a quanto tempo.
me inspirei a vir aqui dizer que te vi em maringa!
era carnaval e eu almoçava com o pai da luana no shopping, e eu estava na fila do jin-jin e vi alguem familiar. olhei pro lado dele e vi voce.
era o "rô", voce, sua mãe e seu irmão. acredito.

bateu saudade de tudo aquilo.
voce parecia MUITO bem comendo sanduiches (hah).

um forte abraço.

Patrícia disse...

ah... um rio!