quarta-feira, 5 de agosto de 2009

A volta

Era um amor escondido,
Ela dizia isso pra não revelar a verdade
E magoar o pobre com a dura e cruel realidade:
Esquecido.
Colocou aquele sentimento na gaveta, logo depois que terminaram
Não se viram mais, nunca mais.
E ela fez questão de odiá-lo
Arrumou outro, muito pior, ela sabia
Mas fazia de conta em seu conto
Que era feliz
Pobre infeliz.
E ficou assim, de mãos dadas com o caso do acaso
Tolerando aquilo tudo por um longo tempo

Precisava de um resgate
E mandou mensagem, um SOS, um sinal, um aviso
até ser socorrida pelo ex.
Ele voltou, recebeu a pequena em seu colo
Despertou nela o amor que dormia
E ela se viu interessada,
Apaixonada só pode fazer uma coisa:
Abraçou.

Estão unidos,
Ele e ela como nunca foram
E ela já anda declarando por aí o amor
Porque já tem um caso sério
Ela e a publicidade

5 comentários:

Gabriela Castro disse...

Eu gosto muito de tudo o que escreve e a maneira como o faz!
beijos

João disse...

Pois é, a gente ama quem não nos abandona!

Jessica disse...

Lindo, como tudo que você posta.

Abraços

disse...

:)
talento te sobra

Hosana Lemos disse...

caramba, quase choro...
me fez lembrar umas coisas aqui dentro sabe!
...
lindo,lindo,lindo.
.