quarta-feira, 3 de março de 2010

Carta I

Ro,
Já sinto mais falta do que posso.
Aqui tudo vai bem, a não ser as cores que ficaram um pouco mais desbotadas desde que você viajou. É estranho mas bastante compreensível.
Ontem foi legal, não tão legal é claro, mas me distraí um pouco com as meninas e por uns 8 minutos pensei em outra coisa que não você.
Depois de mais oito minutos eu quis ir logo pra casa para poder ouvir sua voz na paz do nosso quarto tão vazio. Oco.
Hoje de manhã, quando você ligou, eu ri tão alto na rua que fui observada com curiosidade pelo casal que passava ao meu lado. Não liguei muito e continuei falando alto para que você ouvisse bem o te amo no meio e no final.
Como disse antes, já sinto mais falta que posso, então pode voltar.
Se puder venha antes do mundo ficar cinza.

Sua pequena em pequenos pedaços,
Le

3 comentários:

Vanessa M. disse...

arrepiei quando li...

tenho uma pessoa em minha vida e sei que se ele fosse embora, mesmo que pra voltar logo, meu mundo ficaria cinza.

Michele disse...

Linda carta, linda! Um pouco trise por toda essa saudade! Mas admiro demais quando vejo um amor assim intenso. :)

Um beijo, moça!
E que seu mundo se encha de cores logo, logo!

Laysla. disse...

De fato, o colorido vem do amor, Lê. Gosto demais da sinceridade que, geralmente, encontra-se nas cartas. Achei muito bonito o que li, mesmo.

Foi minha primeira visita!
Pretendo voltar logo. :)

Beijo, beijo.