segunda-feira, 12 de abril de 2010

Sobre a coragem

Não me considero corajosa, mas me sinto um pouco quando assumo minha covardia.
Você já percebeu como é estreita a diferença entre o covarde e o corajoso?
Como a definição depende muito do ponto de vista de cada um?
Enfrentar medos, angústias, superar aquilo que parece impossível é corajoso.
Aceitar as limitações e se conformar com alguns defeitos também.
Ou não.
É covardia tentar definir.
É preciso coragem.

Quem é o mais covarde?
O homem que evita uma briga e engole o desaforo, ou aquele que se mete em uma encrenca capaz de destruir a festa de formatura de mais de 30 pessoas?

Quanta coragem.

2 comentários:

Desi disse...

difícil essa pergunta...

Vanessa M. disse...

corajoso é quem se assume.