sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Franciéle


Ela é assim mesmo, com acento, aguda.
Fran não é só uma menina cheia de porquês
É também uma mulher de respostas confusas
Um gigante de 17 anos e 1,67m de altura
Um furacão.

Franciéle é a melhor amiga que fiz aqui
Mesmo que às vezes a gente fique tão distante
Separadas pelos muitos números que existem entre nós
A grande menina é capaz de entender gestos, ler olhares e decifrar palavras soltas
E se faz entender facilmente por suas sobrancelhas inquietas e seu bico revelador.

Ela é linda. De todos os ângulos.
E vai ser mais, eu sei.
Vai daqui para a Itália, conhecer, viajar
Executar seu plano feliz.

Fran se mija de rir.
E ri de mijar.
E a gente ri com ela porque ela não dá outra opção.
Franciéle é minha alegria das 13:00h às 21:00h, todos os dias.

E agora que mais uns números, dessa vez em quilômetros, vão nos separar
Eu sinto um aperto no peito, um começo de saudade
Mas sei que levo dela sua melhor parte
O pedaço que fez de mim uma adulta mais leve,
Seu ar de juventude, seu cheiro de frescor
Sua vontade de ser e crescer.

----------------------------

Eu vou me "afinar" sempre que lembrar.
E vou me lembrar sempre.

2 comentários:

Hosana Lemos disse...

que lindo o carinho entre vocês...
espero que a distância não atrapalhe isso, que parece ser tao forte!

^^


bjos

Gabriela Castro disse...

É uma bela homenagem. Sorte a sua ter alguém assim :)
beijos