sábado, 29 de maio de 2010

Marie

E ontem, enquanto jogavam fora a conversa nada descartável, lembrou-se do aviso da outra amiga.
Ela sabe que não deve ficar cutucando casaca de ferida, mas acha que quando verbaliza faz parecer verdade sua imaginação.
Foi em frente, deu asas:

- Já te expliquei como é quando me encontro com ela, eu sei da real situação, mas ela fica ali, junto com a gente, como se nem ligasse.
- Sei como é, eu nunca a vejo.
- Eu vejo sempre, mas dessa vez ela se despediu, acho que não vai mais voltar.
- Ah é?
- É, mas disse que não precisamos nos preocupar, porque ela é agora um pedaço da gente. Um pedaço de cada uma de nós.

E é.

1 comentário:

Hosana Lemos disse...

tem coisas que fazem parte de duas pessoas que seria melhor que não existissem,...