quinta-feira, 3 de abril de 2008

Mulherzinha - a melhor parte - o antes do casório



Preciso dizer:
Meninas, casem!
E não estou falando do casar morar junto e compartilhar amor, dor e alegria. Esse casar é ótimo também, o melhor de todos eu diria. Mas estou me referindo neste momento ao casar festa e preparativos.
Ah! Agora que eu sei o quanto é legal preciso divulgar a coisa!
Faz um ano que estou pesquisando, escolhendo, vendo, analisando, discutindo, decidindo e preparando a festa do meu casamento.Isso que eu estou aqui em Criciúma e meu casamento vai ser em Maringá, mas tudo certo, as decisões só são tomadas depois que a noiva, diz sim ou não.
É até engraçado, a gente vira uma mulher realmente poderosa. Ao menos pra decidir se as flores serão amarelas ou vermelhas.
Mas é agora, nos três meses finais que a coisa fica realmente boa. Sim, porque nos últimos 3 meses, buffet, banda, igreja e decoração já estão escolhidos, e a prioridade agora é a noiva. Ou seja, eu!
Vão passando os dias e acontece a primeira prova do vestido. Esse é o dia decisivo. O dia em que 90% das noivas decide emagrecer. E é sensacional, porque esse emagrecimento acontece quase que naturalmente, já que a gastrite emocional dá uma força pra que a gente delete a comida. E como na maioria dos casos o vestido é branco, aí minha amiga, perder no mínimo 4 quilinhos é obrigatório.
Mas é nessa hora, na hora da prova, que a noiva vira mulherzinha, cheia de vaidades e vontades.
Para vestir com gosto meu vestido branco de renda já emagreci 6 quilos! E ainda continuo firme contando as calorias, dia após dia. Estou caminhando, fazendo yoga, massagem modeladora, endermoterapia e drenagem linfática pra ajudar. Pareço aquelas peruas doidas das novelas, passo 2 horas por dia, 3 dias da semana, na clínica de estética, andando de roupão branco pra cima e pra baixo. Nos outros dias vou no salão, faço hidratação no cabelo e fico imaginando qual será a cor das mechas que vou fazer para o casamento.
Mas é na hora de voltar pra casa, sempre a pé pra queimar umas calorias extras, que a noiva fica feliz. Uma olhadinha no reflexo da vitrine pra perceber que os cabelos estão mesmo mais bonitos, o corpo mais magro e a cara de feliz parece que sempre esteve ali, naquele rosto que não tem mais espinhas por causa do tratamento feito com o dermatologista.
E o mais legal é que todas essas vontades de melhorar a aparência surgem com a idéia do casamento, mas na hora que a gente vê os resultados fica se perguntando porque não fez isso antes.
É claro que eu, pobre mortal desempregada, vou parar todos os tratamentos estéticos assim que voltar da lua-de-mel, pura e simplesmente porque eles não são de graça. Uma desgraça, eu diria.
Mas para alívio da minha pessoa, sei que as caminhadas no parque e a dieta equilibrada não me custam nem um centavo a mais. E os cuidados com a cabeleira também podem ser feitos em casa por muito menos que cobram os salões.
Mas o que eu queria mesmo dizer é que ser noiva é um luxo! Uma delícia de alguns meses que faz crescer na gente uma vontade de se pintar, perfumar, vestir uma roupa linda e sair pra tomar um vinho com o amor.
E cheia de amor próprio.
É por isso que eu digo, garotas, casem! Façam festa, qualquer festa, churrasco, com igreja, só cartório, almoço, jantar, baile. Sei lá. Tanto faz.
Eu torço mesmo é pra que o amor desperte em vocês o amor por si próprio.

1 comentário:

amända. disse...

que delicia de post! haha
eu imagino como deve estar sendo. acho que não deveria ter "dia da noiva" e sim "os meses da noiva" né? hehe

aproveita bem toda a paparicação, as mordomias. você merece, a nossa noiva merece.

e que a festa seja perfeita, as músicas sejam perfeitas e sua vida seja perfeita.
porque tudo começa quando você entra na igreja, né?

;***